O que é Facebook Remarketing, por que você precisa dele e como lançar uma campanha efetiva em somente 3 passos

O que é Facebook Remarketing, por que você precisa dele e como lançar uma campanha efetiva em somente 3 passos

Você nunca percebeu que, depois de procurar alguma oferta de voo, hotéis, entradas para um show ou de simplesmente pesquisar um sapato na Internet, continuaram aparecendo anúncios em todos os lados, sempre relacionados com a sua busca, mesmo após vários dias?

Isso não é por acaso, e também não ache que há um espião observando seus movimentos – de fato, não temos confirmar isso -, a realidade é que isso se define como uma das técnicas de marketing digital mais usadas atualmente: O REMARKETING.

Especificamente hoje, vamos lhe falar sobre o uso deste recurso em uma das plataformas de maior sucesso: o Facebook. Pra você ter uma ideia, se essa rede social fosse um país, seria o segundo mais povoado do mundo, com mais de 1,59 bilhão de usuários .

Isso significa que os seus potenciais clientes, aqueles que mais se interessariam pelos seus produtos, mas ainda não os compraram, estão no Facebook. E não é só isso, você também pode saber quem são e dirigir-se exclusivamente à essa porção de usuários através da uma publicidade personalizada, tudo para aumentar as chances de vender seu produto ou serviço.

Na sequência, vamos mostrar como fazer isso com uma campanha de Facebook Remarketing que você pode criar em somente 3 etapas!

Mas, antes vamos saber um pouco mais sobre Facebook Remarketing e vamos ver algumas razões da sua importância pra você.

 

Sabe o que é Facebook Remarketing?

Imagine que um cliente em potencial vê o seu anúncio, clica nele, vai pra sua página web, olha seus produtos, adiciona ao carrinho e parece que vai comprar, mas… não compra nada no final das contas.

Você pode até achar que perdeu um cliente, só que…

E se você soubesse que este mesmo cliente também está no Facebook e fizesse uma publicidade específica para ele, com a intenção de que, da próxima vez, efetive a compra?

Nada mal, não é mesmo?

Pois: bem vindo ao Facebook Remarketing!

Ou, em outras palavras: esta é uma das técnicas de marketing mais poderosas e é usada para “recapturar” um consumidor que, pelo seu comportamento prévio, demonstrou algum tipo de interesse em nossa empresa ou no nosso produto, mas que abandonou o processo de registro, subscrição e compra por algum motivo.

O método também é conhecido como Behavioral Retargeting, ou seja, uma segmentação baseada no comportamento, e já está provado que se você aplicar esta técnica corretamente, pode multiplicar a eficiência da sua publicidade no Facebook e aumentar a taxa de cliques no seu anúncio para diminuir os custos.

Como funciona o Facebook Remarketing?

O Facebook Remarketing funciona da seguinte forma:

1. O Usuário visita sua página web.

2. Um cookie do Facebook registra a visita do usuário no website.

3. Quando o user volta a entrar no Facebook, a plataforma revisa a informação armazenada no cookie.

4. O Facebook adiciona o usuário à audiência que você criou, de visitantes da sua página web.

5. Se você tem anúncios criados e ativos que se mostram para esta audiência, O Facebook vai mostrar novamente à ela.

No gráfico abaixo, você pode ter uma melhor ideia de como o processo funciona:

facebook remarketing

Por que você precisa fazer Facebook Remarketing?

O principal motivo para criar uma campanha de Facebook Remarketing é…

Com o remarketing, você pode reduzir consideravelmente os gastos para atingir à audiência que sabe que já tem interesse nos seus produtos e serviços, o que, sem dúvida, vai lhe ajudar a aumentar as vendas – e, obviamente, sua receita.

Há mais razões, aliás:

  • As estatísticas confirmam que, no geral, os visitantes não compram na primeira visita, por isso é importante continuar chamando a sua atenção.
  • O Facebook Remarketing tem uma maior taxa de conversão, já que se foca nas visitas de qualidade, ou seja, nos usuários que demonstraram interesse pelos seus produtos previamente.
  • O remarketing faz que o seu produto ou marca permaneça ativo na mente do consumidor.
  • É uma excelente forma de reativar os processos de compra que foram abandonados pela metade.
  • Permite fazer cross sellingou seja, mostrar um produto complementar para o que o cliente acabou de adquirir.

 

Como fazer uma campanha de Facebook Remarketing em 3 passos?

1. Crie um  público personalizado

Antes de começar a criar uma campanha de Facebook Remarketing, você precisa informar ao Facebook como ele vai obter os dados dos usuários que visitam sua página web.

Para isso, crie listas de públicos personalizados, ou seja, listas de segmentação em função dos critérios demográficos, geográficos e de comportamento.

Por exemplo, uma das opções disponíveis seria criar públicos segmentados de acordo com o que as pessoas que…

  • … visitaram um artigo específico do seu blog;
  • … se subscreveram ao seu newsletter;
  • … adicionaram o produto “x” ao carrinho de compras, mas que não completaram o pedido;
  • … compraram o produto “Y”.

Além disso, você pode cruzar os dados com as características dos seus potenciais clientes, ou seja, se você tem uma loja de roupa feminina em São Paulo, pode criar uma campanha e direcioná-la às mulheres com entre 18-35 anos que morem em São Paulo e se interessaram pelo produto “Z” da sua loja online.

Melhor segmentação, impossível, não acha?

Você pode criar um público personalizar ao entrar no Gerenciador de Anúncios do Facebook e selecionar a opção “Públicos”.

facebook remarketing

Uma vez que entre no Gerenciador, clique na parte superior no botão ao lado do símbolo do Facebook “Gerenciador de Anúncios”, identifique a coluna ”Ativos” e em “Públicos”, aí você vai ver um botão (azul) chamado “Criar um Público Personalizado”. Logo, na janela que abre, escolha “Qualquer pessoa que visite o seu site”.

facebook remarketing

 

facebook remarketing

facebook remarketing

facebook remarketing

 

Depois, é só criar o público, e entrar novamente no mesmo para ter acesso ao fragmento de código que vai aparecer, após seguir a seguinte sequência:

Você também pode adicionar um nome, descrição, URL e tempo em que quer que as informações sejam armazenadas.

2. Instale o pixel de seguimento do Facebook na sua página web

Para que o Facebook possa seguir o seu público e o comportamento dos usuários na página web, os cookies são instalados nas páginas visitadas pelo computador, é o chamado pixel de seguimento.

Sua função é fazer um seguimento do comportamento dos usuários na sua página web e salvar estas informações para usá-las na segmentação dos seus anúncios. É exatamente aí quando entra em jogo o código que o facebook forneceu quando você estava configurando o seu público personalizado.

Este pixel de seguimento deve ser instalado na sua página web, é só colar o conteúdo entre as tags <head> e </head> no código da web.

No wordpress costuma ser bem fácil, já que muitos templates têm um campo para introduzir um código extra no “header”, mas se você não sabe como fazer isso, pode instalar um plugin específico que se chama Facebook Conversion Pixel, o mesmo vai adicionar uma caixa de texto para que você possa colocar o código nela.


3. Crie um anúncio ou uma campanha de remarketing

Antes de criar um anúncio de Facebook Remarketing, a melhor coisa a fazer é esperar que passem algumas horas ou mesmo alguns dias – tudo depende das visitas que a sua página web tenha – para que o pixel de seguimento possa recolher dados suficientes.

Quando perceber que o público já está ok  – comprove esse dado na aba “Públicos” – crie uma nova campanha e coloque o nome de, por exemplo, remarketing.

Para isso, crie um anúncio da mesma forma como você faria normalmente – ou seja, aperte em “Criar um Anúncio” no Facebook Ads, entre na aba “Público” e escolha o público personalizado que você criou com o nome de Remarketing (ou qualquer outro nome que você tenha usado) e, finalmente, crie diferentes versões do anúncio com imagens e textos orientados aos visitantes que entraram na sua página web.

Para finalizar, determine o orçamento e a duração da campanha.

facebook remarketing

Uma vez que tenha finalizado este procedimento, você já vai ter uma campanha de remarketing pronta pra entrar em ação!

DICA EXTRA: Lembre-se de que tanto o texto como as imagens devem ser orientados aos usuários que já lhe conhecem, então, não cometa o erro de criar a mesma publicidade que você faz para atrair novos clientes, que ainda não ouviram falar de você!

E, principalmente, não se esqueça de revisar o seu anúncio diariamente para analisar as interações e como a sua lista vai crescendo aos poucos.

Por último, meça os resultados, analise tudo para otimizar as suas campanhas, calcular o ROI, investir mais nas que funcionam bem e remover as sem resultados. Meça tudo para poder tirar o maior proveito do orçamento que você investe nas suas campanhas do Facebook.

Pronto para criar a sua primeira campanha de Facebook remarketing? Agora é a sua vez! Entre no Facebook e comece a fazer experiências, você vai comprovar todos os benefícios desta potente ferramenta de marketing.

Você achou esta técnica online útil para aumentar as vendas do seu negócio? Já conhecia? Vai experimentar? Conta pra gente!

E se achou este artigo interessante, não deixe de compartilhar com todos os seus contatos para que eles também possam aproveitar o poder do remarketing nos seus negócios digitais!

Por outro lado, se você não quer ficar só nessa é deseja aprender muito mais sobre como aproveitar os recursos do Facebook, seja em relação às suas publicações orgânicas ou com publicidade.

Forte Abraço!

 

Tire suas Duvidas Diretamente com Nossa Equipe de Suporte Especializado.

Venha Participar do nosso Curso - Marketing e Vendas

Autopeças Lucrativa

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo em seu e-mail:

Nossa lista VIP é repleta de vídeo aulas, tutoriais, hangouts e muito mais.

Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!